Horcrux

A escola de magia e bruxaria de seu país!
 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seCalendárioConectar-se

Compartilhe | 
 

 A pedra mistica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: A pedra mistica   Sex 08 Fev 2008, 11:55 pm

No sul da ilha, próximo da estação onde o trem aquático desembarca, há uma pedra em formato oval enterrada na areia. Ela está lá desde a construção do colégio. As inscrições talhadas nas pedras são de uma linguagem desconhecida. Há vários símbolos desenhados, mas só um conhecido: o pentagrama de Memilabanus.
Dizem que a pedra exaura um grande poder e que talvez seja ela que impossibilita que trouxas possam ver a ilha onde está a escola e as em seus arredores, mas isso nunca foi confirmado.

O que está entalhado na pedra é o seguinte:

>¨ / ({>"_ / +_-£{_[_ / =+={£¬£{= / £ / ¬=>[={= / = /

-£[~{>#¬¬==_ / -£ / ~_-= / &_[[= / ¬#:#*#)=¬¬==_ \

&_[ / -£[~{>#{== \\ ¬_&[~{>#{== / >¨= / £[¬_*= / =§>3

\\ {_>(={== / &_[[_[ / ¨£-=*|__£[ / £ / _[ / £[¬_&-£{== \

= / >&#==_ / -£*£[ / ~_{&={== / #&:£&¬33:£* / £ \\ =[[3¨ \\

+=-£¬£{£¨_[ \ £[[£ / ({>"_ / ££ .........

Seguido pelo pentagrama símbolo do colégio.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kamui Frederich Großfeuer
1° Ano- Sem Cabeça
1° Ano- Sem Cabeça
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 61
Idade : 26
Localização : Achando um meio de encontrá-LO... e de impressionar os outros... ACHTUNG!!
Data de inscrição : 08/02/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
170/170  (170/170)
PM (Pontos de Magia):
50/50  (50/50)
PH (Pontos de Habilidade):
50/50  (50/50)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 11 Abr 2008, 9:36 pm

Estava decidido em ir encontrar Elrick, mas achei que não seria o mais prudente, na verdade não sabia mais nada... queria somente um lugar tranqüilo onde poudesse pensar e refletir sobre o que seri de mim quando descubrisses que, mesmo com apenas 11 anos carrego um carga tremenda de problemas e transtornos.

Corri, era apenas isso que conseguia fazer, o sol já estava quase se pondo e o alaranjado invadia o céu, deixando-o muito mais triste que de costume. Como é outono, uma fria brisa vespertina toca em mei rosro, rosando as mação de meu pálido rosto, refriando-as de leve.

A frio era potencializado com as lágrimas que escorriam descontroladamente pelo meu rosro, agora eu só pesanav em ir o mais longe possível...


- Ninguém pode me ver assim, a fraqueza não é um das minhas virtudes, não podem me ver assim.. mais uma vez...

Agora cansado, paro eu um lugar onde nunca estive, um lugar sombrio, perfeito para mim. A frio aumentava e o céu adqiuria um cor azul escura, quase arroxeada. Sendo-me em uma pedra e começo a chorar descontroladamente...

- KAMI-SAMA... MO AI KOKORO ARIMASU? MO AI INOSHI ARIMASU...

BAKU HA IRIMASU KA?


Deito-me no chão e começo a pensar... as imagens do meu passado iam o voltavam...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falcon Ashtart
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 59
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
840/840  (840/840)
PM (Pontos de Magia):
230/230  (230/230)
PH (Pontos de Habilidade):
300/300  (300/300)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 11 Abr 2008, 11:05 pm

Falcon andava em direção a pedra. Ouvira falar sobre algumas lendas e de seus poderes misteriosos mais de uma vez durante seu passeios escondidos pela cozinha da escola, mas nunca lembrou de ir vê-la. Sua mente borbulhava de pensamentos sobre a aparência de tal objeto.

"Hmm... Será que ela é grande...? Hmm... Não... Não deve ser... Senão já teria visto em um de meus vôos... Então deve ser pequena. Isso. Mas... Espera... Se ela for tão pequena assim, será que vou achá-la?"

Antes que possa continuar sua linha de raciocínio, o diretor da casa dos Pererê ouve um som estranho. Um choro. E uma voz, mas numa língua claramente desconhecida. Logo após, um som de algo caindo. O professor pensou que fosse algo perigoso e a voz do choro lhe era extremamente familiar.

"Essa voz... É de um aluno... Eu a conheço... Mas qual...? Não lembro..."

Falcon passou a andar mais rápido, temendo que algo de ruim tivesse ocorrido, mas pouco antes de sacar sua espada, percebeu que não havia o que temer. O choro parecia de tristeza, e não dor. Ele diminui seu ritmo assim que viu o aluno da casa dos Sem-Cabeça chorando deitado no chão.

- Ei, está tudo bem...? Kamui...? Kamui? É esse seu nome, não? Me desculpe se estiver errado, pode me corrigir.

Falcon se aproximava com calma e tranquilidade: Não queria assustar o garoto. Ele se senta paralelamente a esquerda de Kamui, cruzando seus braços e apoiando-os em suas pernas dobradas. O professor dá um sorriso para seu amigo, tentando fazê-lo parar de chorar. Falcon volta a olhar para a frente, e depois para o céu.

- Sabe... Sempre que fico confuso, de cabeça cheia ou me sentindo mal, eu vôo pelos céus da escola. Isso sempre me acalma... Uma pena que os alunos não podem fazer o mesmo, não é?

A cruz brilha fracamente num azul pálido por um segundo e então um lenço surge na mão de Falcon. Ele se vira novamente para Kamui e lhe entrega o lenço.

- Tome. É para você enxugar suas lágrimas. Assim poderemos conversar e eu serei seu céu por essa noite. Que tal? E não se preocupe com sua presença aqui. Não sou do tipo de professor que pune alunos por quererem "liberdade fora de hora". Se perguntarem é só falar que eu estava te segurando para discutirmos algo importante. Eu invento na hora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lethel Kiriman
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 145
Idade : 55
Localização : Onde você menos esperar
Emprego/lazer : Professor de DCAT/ Vice diretor lazer: dar notas baixas e castigar alunos desqualificados
Humor : inexistente
Data de inscrição : 27/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
950/950  (950/950)
PM (Pontos de Magia):
320/320  (320/320)
PH (Pontos de Habilidade):
280/280  (280/280)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 11 Abr 2008, 11:19 pm

Lethel andava desesperadamente pela praia. Seu tempo estava acabando, ele sabia, ele pressentia. Resolveu voltar ao ponto de partia para tentar conseguir alguma pista. Ele viu a grande pedra mística ali, mas infelizmente com duas pessoas a sua volta.

- Senhor Kamui, Falcon, o que fazem aqui? Por acaso estão me seguindo ou algo assim?

A águia de Lethel sobrevoa a pedra e pára no ombro do seu dono. Lethel reflete um pouco e fala.

- Pelo visto vocês não são os únicos que me seguem. Preciso ter uma conversinha com alguém, mas antes...

Lethel pára em frente a pedra e passa a estudar os símbolos, fingindo que não havia ninguém ao redor dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kamui Frederich Großfeuer
1° Ano- Sem Cabeça
1° Ano- Sem Cabeça
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 61
Idade : 26
Localização : Achando um meio de encontrá-LO... e de impressionar os outros... ACHTUNG!!
Data de inscrição : 08/02/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
170/170  (170/170)
PM (Pontos de Magia):
50/50  (50/50)
PH (Pontos de Habilidade):
50/50  (50/50)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 11 Abr 2008, 11:23 pm

Estava mergulhados nas mágoas acumuladas doe tudo que passei e só uma pessoa sabia de tudo e estava morta... ?Não havia saída nem refugio, estava sozinho, sem ninguém com quem pudesse contar...

Não percebo a entrada de Falcon que parece não se lembrar de mim... Nada de anormal, ninguém nunca se importou comigo, sempre tive que dar satisfações, mas nunca recebi consolos...

As lágrimas estavam caíndo mais e mais a medida que o tempo passava e molhavam minha luva e a comprida manda de me sobreturo que nunca eu nunca tirava... não o fazia para que ninguém visse a mais dolorosa marca de meu passado sombrio, sujo e enojável.

Antes que pudesse dizer algo, o professor "tranforma" um linço e dá-o a mim, começa a enxugar a mais frágil manifestação de medo e desepero que alguém pode manisfestar... Mas neste momento não sentia vergonha em mostrá-las a Falcon, penso que ele pode me ajudar a encontrar uma solução para meu problema...


- Professor, me diga uma coisa... Vocês, do corpo docente, nunca acharam estranho que alguém como eu: com orgulho de ser nipo-europeu, tanto que não passo um dia sem falar alemão ou japonês e ainda me acho superior por isso, tenha vindo prar no Brasil, numa escola desconhecida...

Olho para o chão, envergohado... Qualquer um percebiria que uma história como a qe forgei em minha incrição era perfeita de mais... Qualquer um perguntaria o porquê de eu não estudar no meu país de origem, mas feliz ou infelizmente, aqui, não perguntaram... Tudo passou em branco, mas eu sabia que retoraria...

- A escuridão guarda muitos segredos Falcon, especialmente a minha... Vocês podem não acreditar, mas eu cometi coisas muito desprezíveis no passado e vivi em um ambiente muito carregado e melancólico... Acho que seria melhor todos se afastarem de mim, como das outras vezes, assim evito de "me manifestar".

Meu coração diminui de tamanho enquanto minha mente dobra de peso, a some dassas alterações me deixa muito mais fragilizado do que estava... Esse seria um momento propício para que tudo voltasse à tona, como naquele dia em que matei aquele homem...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falcon Ashtart
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 59
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
840/840  (840/840)
PM (Pontos de Magia):
230/230  (230/230)
PH (Pontos de Habilidade):
300/300  (300/300)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 11 Abr 2008, 11:42 pm

A chegada de Lethel foi um pouco inesperada, mas Falcon já estava se acostumando com seus encontros com Lethel em quase todos os lugares. Falcon se levanta rápidamente e se aproxima da águia de Lethel.

- Nossa! Você tem uma águia de estimação! Que incrível! Posso vê-la com você ali naquele canto?

Enquanto falava, o professor puxava/arrastava Lethel para perto de um amontoado de árvores.

- Er... Lethel, meu amigo... Você poderia me dar um momento a sós com o garoto? Eu sei que você é o diretor da casa dele, mas acho que ele não vai querer conversar com muita gente por perto...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lethel Kiriman
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 145
Idade : 55
Localização : Onde você menos esperar
Emprego/lazer : Professor de DCAT/ Vice diretor lazer: dar notas baixas e castigar alunos desqualificados
Humor : inexistente
Data de inscrição : 27/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
950/950  (950/950)
PM (Pontos de Magia):
320/320  (320/320)
PH (Pontos de Habilidade):
280/280  (280/280)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sab 12 Abr 2008, 12:17 am

Lethel estava tão distraído lendo muito concentrado as inscrições da pedra que nem reparou quando Falcon o puxou para um canto.

- Deixar o aluno a sós com o professor mais perigoso daqui? De modo algum. Ninguém sabe o que pode acontecer com você no próximo minuto.

- Se quiser conversar com alguém, pode ser na minah frente e eu nem estarei escutando pois estarei entretido com o que é realmente importante.


Lethel sai de perto de Flacon e continua a observar a pedra silenciosamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kamui Frederich Großfeuer
1° Ano- Sem Cabeça
1° Ano- Sem Cabeça
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 61
Idade : 26
Localização : Achando um meio de encontrá-LO... e de impressionar os outros... ACHTUNG!!
Data de inscrição : 08/02/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
170/170  (170/170)
PM (Pontos de Magia):
50/50  (50/50)
PH (Pontos de Habilidade):
50/50  (50/50)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sab 12 Abr 2008, 5:39 pm

Quem eu menos esperava, de repente, chega distraído e despreocupado. E ainda, para piorar parecia que Falcon era realmente estranho...

- O que tanto te agrada aqui, Lethel?!

Disse, tentando entender o que ele queria fazer, desconfiava um pouco dele, mas não podia provar nada. Tudo parecia estranho naquela noite, aquela situação, aqueles lugares e as personalidades mais restritas do colégio... Algo não estava certo... Está faltando uma grande peça para que se encaixe tudo.

Desviando o olhar da costumeira discussão entre os professores, observo uma pedra enterrada ao chão com alguns símbolos nela...


- O que é isso?

Digo para mim mesmo... Começo a pensar e pensar... inevitavelmente vejo a última vez em que vi uma coisa dessas na vida... não se assemelha muito. As letras do "meu" enigma estavam apenas embaralhadas:
Citação :
ラ キ

Ao lembrar do enigma, todas as imagens do meu último dia no Japão voltam nítidas e dolorosas


- Otosama, shinimsen!

Arranco minhas luvas e desmaio, deixando à mostra minhas cicatrizas no pulso, oriundas de duas tentativas de suicídio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: O começo da trama...   Qui 18 Dez 2008, 9:23 pm

Era o dia mais estranho de toda a história de Memilabanus. Não, talvez não. Mas para os que presenciavam a cena, talvez aquele fosse o dia mais estranho de todos de suas vidas. Vidas? Será que elas existiriam dali a pouco. Primeiro o tremor e o barulho e agora, aquilo? Como era possível? Alguém saberia explicar o ocorrido ou sequer resolver a situação...?

Era quase madrugada, mais de meia-noite. Dentro do forte, poucos olhos estavam abertos. A diretora e o diretor da casa dos Botos, Victor Fayina, eram donos dos pares que assustaram-se primeiro com o inusitado acontecimento. A sala da direção logo fora desocupada pelos dois que corriam em direção ao som que não era esperado, sob nenhuma hipótese nos arredores da escola.

Ali, à frente da pedra mística existia uma pessoa. Ela usava vestes simples e escuras. Checava o que provocara e sorria com o canto da boca. Aquilo seria o bastante para assustá-los. O que Carmem faria quando visse tamanha ameaça? Adorável; era o nome do medo. Magnifíco, o da angústia. A criatura ouvira que a muitos metros dali alguém já se apoximava.Era hora de ir..."

A cena ficou vazia. Um buraco enorme, como um feito por um meteoro, ocupada o espaço que antes a grama cobria a terra fofa. À frente da pedra tão misteriosa da escola um aviso, uma ameaça. Cobrindo a cratera e preenchendo-na, uma grande pedra redonda. Nesta outros escritos, similares aos que estavam na pedra mística. Alguém os decifrara e brincava com a bondade de todos que tentavam fazer de Memilabanus um lugar agradável.

A batalha começara. Era tarde demais para desisitir.


Última edição por Narrador em Qui 18 Dez 2008, 9:23 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: O começo da trama...   Qui 18 Dez 2008, 9:23 pm

O membro 'Narrador' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

#1 '100' : 13

--------------------------------

#2 '4' :

#2 Resultado :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carmem Torres
Professores
Professores
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 111
Idade : 73
Localização : Memilabanus
Emprego/lazer : Diretora/Literatura clássica
Humor : Calmo e objetivo
Data de inscrição : 25/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
1000/1000  (1000/1000)
PM (Pontos de Magia):
360/360  (360/360)
PH (Pontos de Habilidade):
330/330  (330/330)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Qui 18 Dez 2008, 9:51 pm

_____________________________________________________________

° Narrração °
° Falas °
° Falas - Outros

° Pensamentos °
° Recordações °
~ OFF ~
_____________________________________________________________

Ainda suja de açúcar. Esse era o estado da diretora que corria pelos corredores do forte, em direção à saída. Conhecia a escola como a palma de sua mão e ainda assim, tudo parecia mais e mais distante. Cada segundo valia por muitos minutos talvez. Alguma coisa acontecera. E o fato de não tê-la previsto era inaceitável para a diretora. Enquanto corria, Carmem lançava patronos. Seu destino? Os quartos dos professores e monitores. Aqueles deviriam ir até a origem da confusão. Estes deveriam manter os alunos em suas casas.

"Ala sul, com certeza. Venham o mais rápido que puderem, próximo à pedra mística"


Essa era a mensagem para os professores. Objetiva e calma...como sempre. Mas uma leve hesitação poderia ser notada ali. Qualquer um a perceberia, fraca, mas existente. A saída, finalmente. Os portões do forte abriram-se com um aceno da varinha. Uma forte corrente de ar empurrou, em poucos centímetros, a diretora que já dera o próximo o passo, rumo a seu destino: A pedra mística.

~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~

As escritas? Como era possível? Alguém as copiara aleatoriamente. Essa era a única explicação. Quem ali saberia o que significavam os desenhos do símbolo da escola. Ninguém. Poucos. Talvez ancestrais mortos de tataravós de alguns que já não moravam mais em Memilabanus. Aquilo era uma provocação de alguém que sabia com o que lidava.

"Quero todos os professores em frente à pedra mística, imeditamente! Mantenham os alunos dentro das casas! Temos muito a conversar..., assim diziam novos patronos que espalhavam-se pelos terrenos da ilha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://horcrux.forumeiros.com
Mina Tsepesh
Professores
Professores
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 99
Idade : 26
Data de inscrição : 07/01/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
150/150  (150/150)
PM (Pontos de Magia):
50/50  (50/50)
PH (Pontos de Habilidade):
50/50  (50/50)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 19 Dez 2008, 12:11 am

Mina havia acabado de retornar de uma temporada lnge da escola, acabara de ser surpreendida por um dos patronos da diretora

Todos em frente a Pedra Mística? o que será que aconteceu? Será que Falcon está bem?- pensava a professora já com o passo acelerado.

A professora de advinhação corria para a casa de seus alunos, e sua também para checar qual era a Situaçãa. Tudo estava bem, a proteção da casa era muito boa. Com essa certeza a professora tomou rumo em direção a pedra.

Chegando lá, tudo o que conseguia avistar de longe era uma cratera, procupada com o que pudesse ter acontecido Mina aumenta a velocidade de seus passos:


- Tem alguém por ai?! Alguém?! Por Favor, alguém responda! - Gritava a professora correndo em direção a grande cratera no chão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Detetive
Personagem Especial
Personagem Especial
avatar

Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 30/01/2008

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 19 Dez 2008, 2:44 pm

O detetive chagara ali correndo sentindo seu sangue pulsar nas veias e a adrenalina fluindo a mil, será que ali estava o motivo da sua ida até a escola? Não importava, se sim ou não, havia algo a ser investigado e esse era o seu dever acima de tudo, buscar os motivo por detrás de tudo.

Suava frio apesar da gélida brisa que vinha do mar, não sabia ainda o que o esperava, mas sabia que aquela explosão tinha um autor. Ao alcançar o lado de fora do Forte sacou sua varinha ao ver um dos patronos da diretora e já avistava as duas profesoras lado a lado nas areias e decidiu fazer uma grande meia-lua a direita das duas. Se ali estivesse o assassino, não poderia fugir depois de mais este ato infame.


Onde estarão os outros professores?Era a dúvida que o atormentava, pelas complicações que teve deveria ser o último a chegar ao local do "ocorrido". Porém não conseguia ver nada perto do local onde deveria ter aconecido o estouro, estava muito longe ainda, o máximo que podia ver era a diretora e a professora Mina levemente de perfil já.

E os alunos? será que estão bem? Definitivamente precisarei correr para vê-los assim que resolver tudo por aqui. Era a única coisa na sua mente além da pessoa que teria feito aquele barulho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carmem Torres
Professores
Professores
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 111
Idade : 73
Localização : Memilabanus
Emprego/lazer : Diretora/Literatura clássica
Humor : Calmo e objetivo
Data de inscrição : 25/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
1000/1000  (1000/1000)
PM (Pontos de Magia):
360/360  (360/360)
PH (Pontos de Habilidade):
330/330  (330/330)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sex 19 Dez 2008, 3:05 pm

_____________________________________________________________

° Narrração °
° Falas °
° Falas - Outros

° Pensamentos °
° Recordações °
~ OFF ~
_____________________________________________________________

Passos, longos e apressados vinham, finalmente, rumo à ela. Atônita, Carmem encarava a cratera coberta pela "nova" pedra. Os escritos, surpeendiam-na a todo instante. Eram os mesmos sinais, idênticos e suscintos sinais. Ela agachou-se para analisar o local, não dectou um feitiço sequer, mínimo que fosse ali. Os vestígios desapareçeram. Ela apertou os olhos para enxergar no escuro da madrugada. A lua, agora, estava levemente encoberta por nuvens negras; e a pouca claridade da noite dissipava-se.

- Tem alguém por ai?! Alguém?! Por Favor, alguém responda!

Finalmente uma voz conhecida. Esta era proprietária dos longos passos que caminhavam até ali. Claro, Mina seria a primeira a aparecer; a mais eficiente de todos os professores. A colega parecia exaltada e assustada. Mal olhara para o acontecido e não tinha noção, ainda, da gravidade do problema. Com os traços calmos, a diretora então dirigiu-se para Mina Tsepesh, começando uma conversa que seria repetida muitas vezes naquela noite.

- Você checou os alunos? Está tudo bem na casa Pererê?

~.~.~.~.~.~ Flash back ~.~.~.~.~.~

"Chegará o dia em que tudo lhe surpreenderá e até mesmo o certo tornar-se-á errado; o reto, curvo; os homens, animais. E nada! Mais nada lhe servirá..."

~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~

O homem do sonho lhe dissera isso, sem perdões. Aquelas palavras latejavam na mente da diretora desde que o barulho ensurressedor a chamara para ali. Quantos mais sonhos iguais à aquele ela teria? Eles não a assustavam, mas irratavam o bom-humor e a alegria, que batiam no peito de Carmem. Um coração comprimido nunca seria capaz de estar sempre sereno e doce.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://horcrux.forumeiros.com
Mina Tsepesh
Professores
Professores
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 99
Idade : 26
Data de inscrição : 07/01/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
150/150  (150/150)
PM (Pontos de Magia):
50/50  (50/50)
PH (Pontos de Habilidade):
50/50  (50/50)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Sab 20 Dez 2008, 12:14 am

Mina escuta passos se aproximando e quando estava prestes a pegar sua varinha, percebe que os passos eram da diretrora.

= Diretora Carmem. Sim, chequei. Estavam tods bem, a casa dos Pererê é bem protegida e eu tranquei todas as saídas para nada sair ou entar.

Assim que termina de falar a professora olha para a catera e logo em seguida volta a conversar com a diretora

- A senhora sabe o que aconteu aqui, ou os fatos também são grandes novidades para você?

Mina agora esperava uma resposta da siretora e mais alguém aparecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falcon Ashtart
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 59
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
840/840  (840/840)
PM (Pontos de Magia):
230/230  (230/230)
PH (Pontos de Habilidade):
300/300  (300/300)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 2:23 am

"Onde era mesmo... A pedra ficava por ali... Hmmm... Achei!"

Falcon voava o mais rápido que conseguia até o local que o patrono indicara. O professor estava assustado com o tremor seguido do patrono que lhe despertaram do descanso, mas pelo menos sua visão não estava embaçada graças à seus olhos animais.

Os bichos de estimação que lhe foram dados por Mina voavam em perfeitos círculos à sua volta, diferente dele que sentia que seu corpo havia ficado para trás, em sua cama. Seu pouso não poderia ter sido pior: Com os reflexos ainda lentos, Falcon tentou pousar ao lado das pessoas que ali se encontravam ao mesmo tempo em que voltava para sua forma humana, mas não foi rápido o suficiente. Houve um sonoro *Crec* vindo da perna direita do professor, enquanto caía no chão e rolava alguns metros.


- Ouch! Essa doeu... Acho que isso não foi a entrada que eu queria... Hehe... Ah! Olá meninas. Mina, Diretora, poderiam me dar uma ajudinha? Acho que minha perna quebrou... Mas o que...?

Seu sorriso se desfez enquanto olhava para a cratera que havia se formado próxima à ele.

- Diretora Carmem, o que houve? Mina, você realizou os procedimentos básicos de segurança da casa? O que posso fazer para ajudar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Detetive
Personagem Especial
Personagem Especial
avatar

Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 30/01/2008

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 5:52 pm

O detetive finalmente conseguira flanquear a imensa cratera, porém nada achou do seu causador o que lhe dava uma ruim sensação de atraso, incapacidade e negligência. Porém sabia que sua análise estava sendo muito superficial e precisaria de mais detalhes dali, deveria analisar mais detalhadamente.

Resolveu começar a agir e soltou o feitiço
REVELIUM!! para ver se havia alguma magia atuando na área e ver se era seguro ou não aproximar-se da cratera recém aberta.

Porém logo lembrou-se dos outros professores e vendo que eles estavam do outro lado conjurou a magia
SONORUS! e gritou para os professores com a sua voz ampliada "não se aproximem ainda, preciso ver se ele deixou algum rastro" e suando frio começou a dirigir-se à cratera olhando fixamente tudo em volta da parte em que estava no momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 5:52 pm

O membro 'Detetive' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'20' :

Resultado :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carmem Torres
Professores
Professores
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 111
Idade : 73
Localização : Memilabanus
Emprego/lazer : Diretora/Literatura clássica
Humor : Calmo e objetivo
Data de inscrição : 25/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
1000/1000  (1000/1000)
PM (Pontos de Magia):
360/360  (360/360)
PH (Pontos de Habilidade):
330/330  (330/330)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 6:40 pm

_____________________________________________________________

° Narrração °
° Falas °
° Falas - Outros

° Pensamentos °
° Recordações °
~ OFF ~
_____________________________________________________________

O buraco à frente de Carmem não era nem muito grande nem muito largo. Era fundo; com certeza, muito fundo. A nova pedra que ocupava o centro da cratera parecia comprida e pontiaguda. Mina observou a cena por alguns segundos. A reação de espanto, agora, parecia mais coerente para a diretora, que buscava no olhar da colega as mesmas respostas que todos os professores buscariam quando observassem aquilo.

- A senhora sabe o que aconteceu aqui, ou os fatos também são grandes novidades para você?

A pergunta de Mina Tsepesh fora interrompida por um sonoro estampido. Falcon Ashtart, o professor de transfiguração, aterrissara enquanto retornava à forma humana. Uma péssima aterrissagem, diga-se de passagem. Ao longe, Carmem avistou a presença de outro professor. Ela não teria tempo de respondê-lo. Precisava consertar Ashtart, que parecia quebrado.

- Ouch! Essa doeu... Acho que isso não foi a entrada que eu queria... Hehe... Ah! Olá meninas. Mina, Diretora, poderiam me dar uma ajudinha? Acho que minha perna quebrou... Mas o que...?

Logo em seguida, o professor visualizou a cratera, a nova pedra, e as duas mulheres paradas à sua frente. Atônito perguntou quanto aos procedimentos padrão de segurança. Carmem dirigiu-se até ele silenciosamente, retirou a varinha da bainha do corpo e sussurrou um feitiço: EPISKY! E finalmente respondeu às perguntas dos dois colegas.

- Não Mina, não sei dizer o acontece aqui. Muito menos responder o que significa tudo isso. Os fatos precisarão de apuração. Verificaremos cada canto dessa escola. Já exigi que os alunos fiquem dentro de suas casas, e nenhuma segurança será capaz de quebrar isso. Precisamos agir.

O que se seguiu foi bizarro. O professor que se aproximava, estava pouco atrás da cratera formada no chão. O que implicava uma distância de pouco menos de sete metros de onde estavam os outros. Ele, ainda assim, usou um feitiço que ampliou sua voz para avisá-los para manter distância, da cratera de diâmetro menor que três metros. Bom, naquela situação, todos ficariam nervosos. A diretora, percebendo esse possível nervosismo ou tática, como iria saber, aproximou-se de onde estava o homem.

- O que está fazendo? Checou os alunos?


~OFF - Lançarei dois dados de 20 para verificar a execução do feitiço EPISKY - OFF ~
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://horcrux.forumeiros.com
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 6:40 pm

O membro 'Carmem Torres' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'20' :

Resultado :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Número de Mensagens : 108
Data de inscrição : 19/11/2007

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Dom 21 Dez 2008, 7:04 pm

Lançamentos de dados:


Detetive:

1)Revelium: Sucesso!
2)Sonorus: Sucesso!
3)Procurar: Falha!

Carmem Torres:
1)Episky: Sucesso!

________________________________________________________________
Narração

O culpado pelo acontecimento já estava longe dali. Muito longe. Próximo à pedra mística estavam quatro dos professores de Memilabanus. Eles vasculhavam a área buscando respostas para aquilo tudo. O detetive era o mais preocupado com a procura, olhando os arredores, bordas, do buraco no chão. Procurou por um feitiço que escondesse algo ali e encontrou dois deles. O primeiro era o que afastava trouxas do local o segundo era o de um patrono, que Carmem deixara patrulhando à região. Nada além. Tudo fora executado com precisão.

Passara-se mais de meia-hora que a diretora chegara ao local. Os outros professores tardavam a chegar. Será que não acordaram ou estavam despreocupados? Isso também latejava na mente dos que já estavam ali. E provavelmente, essa era a pergunta que o detetive não parava de repetir a si mesmo. O que fariam os professores a seguir e como estariam os alunos? Essa seria a próxima surpresa para a diretora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lethel Kiriman
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 145
Idade : 55
Localização : Onde você menos esperar
Emprego/lazer : Professor de DCAT/ Vice diretor lazer: dar notas baixas e castigar alunos desqualificados
Humor : inexistente
Data de inscrição : 27/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
950/950  (950/950)
PM (Pontos de Magia):
320/320  (320/320)
PH (Pontos de Habilidade):
280/280  (280/280)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Ter 23 Dez 2008, 12:07 pm

Lethel chega correndo ao local onde um grande número de professores estava reunindo. Atrás dele está um aluno, Laureon. Ao chegar, Lethel percebe que fez uma grande besteira trazendo o aluno, mas o que mais ele podia fazer se a chamada era urgente?

- O que está acontecendo neste local neste momento? A única coisa que eu percebi foi um grande estrondo e um patrono chegando até mim, enquanto eu capturava este aluno que estava passeando pelas celas antigas. Eu vim trazê-lo até o diretor da casa, mas vejo que o professor Astrid ainda não está aqui. Uma pena. Vou ter de puni-lo eu mesmo.

Após o discurso Lethel percebe a mudança ocorrida na pedra e se aproxima para ver melhor. Neste momento, ele cai. Quando levanta está completamente fora de si. Se levanta, mas está zonzo, cambaleando. Ele pára e olha para o detetive. Sua voz sai grave e estranha, não é ele que fala, mas alguém fala por ele.

- Bom dia, meu caro amigo. Minhas suspeitas sobre este lugar estavam certas, ao que parece. Ainda não me reconheceu? Eu sou aquele que você sempre tentou capturar, mas não conseguiu. Você quer continuar tentando, tente, mas eu lhe digo uma coisa, vai ser a toa. Algo de muito pior está ocorrendo nesta escola, e eu sei muito sobre isso, afinal, eu já consegui ler o que está escrito nesta pedra. Ou pelo menos, na antiga. Esta foi modificada para que ninguém mais leia. Eu estou ajudando aqui matando as pessoas que merecem morrer. Se quiser tentar me impedir, quem vai morrer será você. O que me diz?

Lethel sentia-se no fundo de um poço, escutava o que estava acontecendo com ele, mas não conseguia controlar, aquela força que o pendia não era magia, não mesmo.


Última edição por Lethel Kiriman em Ter 23 Dez 2008, 7:11 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laureon
1° Ano- Gralha Azul
1° Ano- Gralha Azul
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 99
Localização : Em qualquer lugar tranquilo aonde se possa pensar.
Data de inscrição : 15/02/2008

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
160/160  (160/160)
PM (Pontos de Magia):
60/60  (60/60)
PH (Pontos de Habilidade):
45/45  (45/45)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Ter 23 Dez 2008, 4:35 pm

° Narração °
° Fala °
° “Pensamentos” °
° “Recordações” °
° ~OFF~ °


Laureon sabia que não adiantava explicar nada ao Prof. Kiriman, então, seguiu-o em silêncio. Dava as maiores passadas que já dera na vida, nos calcanhares do professor. Viu meio ao longe a cratera, e algumas vozes, incluíndo uma anormalmente alta. Repentinamente, lembrou-se de que sua mão ardia. Tocou-a com a outra e sentiu um lampejo mais forte de dor. Decidiu não repetir o gesto. Olhou em torno, estavam muito próximos da cratera. Suas entranhas remoíam.

Tudo aconteceu em rápidos instantes: Laureon e o prof. Kiriman se aproximavam, entreouvindo alguns pontos da conversa. Chegaram ao local, o professor deu suas explicações e entrou na cratera. Repentinamente, ele cai, e se levanta, e uma voz sobrenatural fala por ele, grave como um rugido.

Boquiaberto e espantado, Laureon olha em torno rapidamente, e vê a quem a voz se dirige. O outro homem ali perto deveria ser o Detetive do caso de Kira.



“...Eu estou ajudando aqui, matando as pessoas que merecem morrer. Se tentar me impedir, quem vai morrer é você. O que me diz?...”

As palavras ribombavam em sua cabeça. Ele repentinamente percebeu a altura de seu queixo, e fechou logo a boca, se recompondo. Ninguém poderia lhe dizer que a cena não era sinistra. Contemplativo, e por mais que detestasse o professor, ele examinava a cena, procurando um meio de ajudá-lo. Os minutos passavam em silêncio, e ele esperava uma reação dos presentes, enquanto seus olhos giravam em torno, procurando.

° ~Desculpa, mas eu tive que fazer algumas correções na fala do Lethel... Wink~ °
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.freewebs.com/graalmg
Falcon Ashtart
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 59
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
840/840  (840/840)
PM (Pontos de Magia):
230/230  (230/230)
PH (Pontos de Habilidade):
300/300  (300/300)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Qua 24 Dez 2008, 1:29 am

Um pequeno estalo seguido de um enorme alívio indicaram à Falcon de que sua perna estava melhor. O professor se colocou de pé lentamente, testando o apoio que a perna "remendada" lhe dava. A perna lhe dava apoio. Falcon suspirou.

- Ufa! Obrigado Diretora Carmem. Pelo menos agora estou acordado... Oh, Lethel, meu amigo! E um aluno tambem! O que faz aqui, jovem?

Lethel estava apressado e aparentemente irritado com sua compania. Falcon observou as reclamações afoitas do diretor da casa dos Sem-Cabeça, que logo depois se aproximou da cratera e caiu no chão.

- Lethel! Você está bem? Tome cuida...do...?

Falcon observa atentamente enquanto Lethel fala estranhas palavras num tom de vóz ainda mais estranho.

"Bom, finalmente ele me deu oi. Mas, que suspeitas? Ele não é meu amigo Lethel? Será que estive atrás dele desde antes de me esquecer de tudo? Haviam escritos numa pedra aqui antes? E meu amigo, tentando matar alguém?"

Se segurando na borda da cratera, Falcon cai dentro dela, deslizando pela borda da mesma. O professor estica a mão direita em direção a Lethel, com um sorriso gentil.

- Olá para você também, meu amigo. Está tudo bem? Você me parece um pouco... Hmmm... Diferente... Normalmente você percebe minha presença antes. Mas sinceramente, não entendi nada do que você me disse agora. Não sei se já te conheci antes, ou se você não se chama Lethel mesmo. Só duvido muito que você tenha matado alguém antes. Agora vamos. Me dê sua mão para eu poder te ajudar a subir. Assim você pode explicar para nós o porquê de você ter feito uma cratera dessas aqui, ok?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lethel Kiriman
Professores
Professores
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 145
Idade : 55
Localização : Onde você menos esperar
Emprego/lazer : Professor de DCAT/ Vice diretor lazer: dar notas baixas e castigar alunos desqualificados
Humor : inexistente
Data de inscrição : 27/10/2007

Folha do personagem
PV (Pontos de Vida):
950/950  (950/950)
PM (Pontos de Magia):
320/320  (320/320)
PH (Pontos de Habilidade):
280/280  (280/280)

MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   Qua 24 Dez 2008, 8:49 am

Enquanto tentava escapar do buraco negro em sua mente, Lethel sente ser encostado por alguma pessoa, mas sem ter idéia de quem. A voz sai dele novamente.

- Saia da minha frente, ou você será o primeiro a ser destruído, professor Ashtart. É óbvio que Lethel está sendo apenas um boneco parta mim, KIRA.

Lethel percebe seu braço encostar na cabeça de alguém e, com uma força sobrenatural, empurrar para trás. Lethel vira-se novamente sem perceber suas ações e aponta a varinha para o detetive.

- Seu tempo está acabado, qual será sua resposta. Está do meu lado ou contra mim?

Lethel tenta resistir a possessão, inutilmente, mas através de sua mente consegue ver quem é o detetive realmente e não consegue acreditar no que vê.

- KIRA! Sou eu quem vai matar você!

Fala para sua própia mente com uma raiva vingativa. Mas o que não percebe é que sua voz saiu de verdade e todos a sua volta o escutaram.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A pedra mistica   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A pedra mistica
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Elementos ( Agua/Fogo/Eletrico/Planta/Pedra/Metal/Fantasma/Psyquico )
» Oração a São Marcos da Pedra Preta
» ORAÇÃO PARA AMARRAR: SÃO MARCOS DA PEDRA PRETA
» oração a são Marcos da pedra Petra
» Oração a São Marcos da Pedra Preta.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Horcrux :: A Ilha :: Ala Sul-
Ir para: